A importância de ampliar debates sobre Bulying e Alienação Parental

142

Durante o mês de outubro, foi realizado o curso sobre “Bullying e Alienação Parental”, na cidade de Ribeirão Preto -SP, sediado no Espaço Cultural Vila’arte, onde foi abordado métodos de prevenção para a família e público em geral.

O curso oferecido pela ABCF (Associação Brasileira Criança Feliz), trouxe especialistas no assunto em mediação familiar e soluções de conflitos, além da psicóloga Laura de Oliveira Marangoni e a jornalista e autora Sâmara Azevedo, presidente da ABCF – Ribeirão Preto/SP, que fizeram parte da mesa, juntamente com os advogados Daniel Schreck, presidente da ABCF – Franca/SP e Sérgio de Moura Rodrigues, presidente nacional da ABCF.

“A Alienação Parental é um tema importantíssimo para todos os públicos, não só para aqueles que sofrem de alguma forma. Um professor pode ter um aluno passando por isso, e ele sabe como a alienação pode afetar a criança e seu aprendizado? Um amigo pode estar vendo isso acontecer, e às vezes, pode vir dele a percepção para esclarecer ao amigo”, comenta Marangoni.

Ela ainda completa que até o próprio alienador pode não perceber o ato por conta de uma “cegueira emocional”, por isso considera que falar esse tema é importante para toda a sociedade e que deveriam existir mais discussões sobre o assunto.

Para a jornalista e autora sobre bullying, Sâmara Azevedo, o tema é um precursor para casos de agressões como o bulllying, uma vez que um ambiente hostil na família pode desencadear baixa autoestima e fazer com que essa criança ou adolescente se torne vítima de humilhações dentro e fora da escola. “Nada é desvinculado, normalmente esses alunos não têm amparo em casa, e isso facilita também as provocações e ofensas durante os estudos”, afirma.

Prestigiaram também o evento os pais representando a ANFIPA ( Associação Nacional em defesa dos Filhos pela Igualdade Parental)

Comentários